saudecondominio

9 Dicas para cuidar da saúde do condomínio

O Síndico pode evitar doenças complexas obedecendo e fazendo obedecer procedimentos simples, zelando, desta forma, pela saúde de toda a coletividade de condôminos e de sua família.


Nove dicas para manter a saúde em um condomínio: 

  1. Recolher e se desfazer o mais rápido possível do lixo orgânico separado durante a coleta seletiva de lixo. Esse material entra em estado de decomposição com facilidade e atrai ratos, baratas, formigas, grandes propagadores de doenças;
  2. Guardar o lixo em local com cerâmica e ralo. O ambiente deve ser sempre lavado, bem iluminado e ventilado, caso contrário pode aumentar o risco de proliferação de uma série de doenças;
  3. Instalar exaustor e janelas na garagem, permitindo ampla ventilação do ambiente;
  4. Cuidar da ventilação e higiene do refeitório e outros locais destinados à refeição, impedindo umidade;
  5. Fazer desinsetização periódica, com empresa séria e idônea;
  6. Oferecer Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para os funcionários;
  7. Tampar os reservatórios de água e preservar a tampa intacta;
  8. Evitar a água parada em vasos, garrafas plásticas, pneus, bem como limpar a caixa d’água a cada seis meses;
  9. Informar sobre possível contágio de doença grave e de fácil transmissão como catapora, dengue e sarampo. Caso haja moradores infectados, orientá-los a não circular nas áreas comuns. Por mais constrangedora que a medida possa parecer, é a melhor forma de evitar um surto epidemiológico.

Compartilhe

Acompanhe

Relacionados